Ataques Cibernéticos: 7 dicas para proteger sua empresa dos cibercriminosos

Ataques Cibernéticos: 7 dicas para proteger sua empresa dos cibercriminosos

Tempo de leitura: 5 minutos

Em um mundo conectado e digital, os ataques cibernéticos estão entre os principais riscos para as empresas. Não importa o tamanho ou setor de atuação, todo negócio é um alvo potencial dos cibercriminosos.

Para uma melhor visualização do cenário desafiador para as empresas, o estudo Global Risk Report 2021, publicado pelo Fórum Econômico Mundial, coloca a ação de hackers entre os cinco principais riscos para as organizações que podem ocorrer em até dois anos.

Ou seja, o perigo de sofrer ataques cibernéticos é real e imediato. A sua empresa está pronta para enfrentar esse desafio?

Ser capaz de evitar e responder com rapidez a ação de criminosos digitais é fundamental para evitar ou amenizar prejuízos e danos ao funcionamento dos negócios que esse tipo de crime é capaz de ocasionar.

7 dicas para proteger sua empresa de ataques cibernéticos

A tecnologia da informação revolucionou o dia a dia das empresas, mas também abriu as portas para que sejam alvos de crimes digitais, dos mais variados tipos. Os hackers agem de forma variada, sendo possível se deparar com um arsenal de golpes em constante desenvolvimento.

Roubo de dados; sequestro de redes, sistemas e dispositivos; e obtenção de vantagens financeiras é quase sempre o objetivo final dessas ações, sendo que a espionagem industrial e sabotagem a concorrência também não podem ser descartados.

Embora seja impossível zerar totalmente os riscos a partir do momento em que você está conectado, com algumas medidas simples que podem ser adotadas por qualquer empresa, já é possível diminuir as chances de ser vítima de um ataque cibernético consideravelmente.

Entre as medidas que podem ser adotadas, confira a seguir as 7 dicas sobre como se proteger de ataques cibernéticos que destacamos!

1- Manter sistemas operacionais e softwares sempre atualizados

Os hackers estão sempre em busca de falhas em sistemas operacionais e softwares que abrem brecha para invasões e ataques cibernéticos. Os desenvolvedores estão atentos a esse movimento, lançando periodicamente novas versões e correções, visando não apenas a melhora do desempenho, mas também o aprimoramento da segurança das ferramentas.

Quem mantém os sistemas operacionais e softwares atualizados, diminui os riscos de ser vítima de ataques cibernéticos.

2- Capacite a sua equipe

O aspecto humano costuma ser a principal fragilidade na segurança cibernética. Os criminosos utilizam a engenharia social para enganar as vítimas e fazer com que elas cometam a ação que possibilite o ataque, como por exemplo, o clique em links enviados por mensagem que levam a instalação de malwares no dispositivo.

É fundamental que toda sua equipe, e não apenas o setor de tecnologia da informação, receba treinamento sobre a segurança da informação, disseminando as boas práticas no uso das ferramentas digitais.

3- Tenha senhas fortes

A realidade é que a maioria de nós utiliza senhas de acesso fracas, seja na vida pessoal ou profissional, facilitando o trabalho dos cibercriminosos. Utilize soluções que criam e armazenam com segurança senhas fortes, diminuindo os riscos de sofrer com invasões.

Sempre que for possível, acione a verificação em dois fatores utilizando um autenticador, que podem ser encontrados gratuitamente nas lojas de app. Atenção: evite a verificação em duas etapas utilizando números de telefone. Caso a linha seja clonada, os hackers terão acesso facilmente a seu sistema e/ou softwares.

4- Faça backup

Fazer backup de seus dados regularmente é fundamental para evitar a perda de informações.

Além disso, caso sua empresa seja vítima do golpe do sequestro de dados, com o backup em dia você garante acesso aos mesmos sem precisar ceder aos criminosos, bem como se torna capaz de retomar sua operação com maior rapidez e sem comprometer o atendimento aos clientes.

5- Teste a codificação do seu site

Testar a codificação do seu site é importante para encontrar “portas abertas” antes dos criminosos digitais. É uma ação preventiva que possibilita a correção de falhas e aumenta a segurança da sua empresa no mundo digital.

6- Invista em tecnologia para segurança

Os prejuízos decorrentes de um ataque cibernético podem ser altos e até mesmo levar o seu negócio a sair do mercado. Softwares de segurança são um dos melhores investimentos que pode fazer para a sua empresa. As soluções elevam sua proteção digital, evitando que sofra com ataques de vírus, trojans, ransomware e outros malwares.

Reforçamos que entre todos os seus sistemas e softwares, os ligados à segurança são os mais importantes de ser manter atualizado SEMPRE.

7- Elabore um plano de resposta

Mesmo com todos esses cuidados, a sua empresa não está livre de ser um alvo de ataque cibernético. Por isso, é fundamental que elabore um plano de resposta, levantando os principais riscos cibernéticos e desenvolvendo os processos que serão feitos caso se torne uma vítima da ação dos hackers.

Conclusão

O mundo digital é um ambiente que apresenta grandes oportunidades, mas também grandes riscos para as empresas. Nos últimos dois anos a intensificação de atividades de criminosos digitais demonstram que esse cenário está longe de ser modificado, pelo contrário. Ao longo da pandemia o número de ataques cibernéticos saltou mais de 200% em algumas regiões.

Não deixe que a sua empresa seja mais uma nas estatísticas. Através de medidas simples, porém eficazes, é possível diminuir sensivelmente os riscos de sofrer com ataques virtuais, evitando os graves prejuízos que esse tipo de ação costuma provocar.

Quer saber mais sobre a segurança da informação e como se proteger de ataques cibernéticos? Curta as páginas da STWBrasil para ter acesso a mais conteúdos exclusivos e continue acompanhando nosso blog que vem muito mais por aí.

Até a próxima.

Facebook Comments
Facebook Comments